terça-feira, 22 de novembro de 2011

Curta-Metragem Trash gravado em Cambaíba.



No dia 13/11/2011, foi gravado um filme curta-metragem trash. Foi muito legal!
Começamos a gravar no SESC RJ de Campos dos Goytacazes - RJ e depois nos dirigimos para a Usina de Cambaíba para gravar o restante do filme.
A equipe não poderia ser melhor.
Não vejo a hora de ver o resultado, todos os dias penso neste filho já fecundado.
Agora espero ansioso o seu nascimento.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Lobo.



Como alguém arrasta um cão com seu carro?




Pois é senhoras e senhores, fizeram isso com o pobre "Lobo"!




O cão foi cuidado por veterinários voluntários. Infelizmente uma das patas dianteiras teve que ser amputada, mas a fila para adoção só crescia. Infelizmente o "Lobo" não resistiu e morreu.




Que a sua morte não seja em vão!




Essa merda tem que acabar! A punição não pode ser só multa.




Cadeia para quem faz uma covardia assim com o melhor amigo do homem.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

"Casa do Capeta".



"Casa do Capeta" é um filme curta-metragem gravado em Outubro de 2010, com direção de Rodrigo Aragão e produção da Canibal Goitacá Filmes.Tive a honra de participar deste filme com alguns amigos atores e outros na produção.




Foi o primeiro filme que participei, depois tive uma participação no média-metragem "Neve Negra" e gravamos um novo curta de terror na usina de Cambaíba que ainda será editado.








Sinopse de "Casa do Capeta":




Um grupo de foliões invadem uma casa aparentemente abandonada, então o Capeta mostra não ser um bom anfitrião.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Uma vergonha na Dinamarca!



Dinamarca, uma vergonha.
O mar tinge-se de vermelho, entretanto não é devido aos efeitos climáticos da natureza.
Deve-se á crueldade com que os seres humanos (ser civilizado) matam centenas dos famosos e inteligentíssimos.
Golfinhos Calderon.
Isso acontece ano após ano na Ilha Feroe na Dinamarca. Deste massacre participam principalmente jovens
... Porquê?
Para demonstrar que estes mesmos jovens já chegaram a uma idade adulta, estão maduros.
Em tal celebração, nada falta para a diversão
TODOS PARTICIPAM DE UMA MANEIRA OU DE OUTRA, matando ou vendo a crueldade "apoiando-a como espectador".
Cabe mencionar que o golfinho calderon, como quase todas as outras espécies de golfinhos, se aproxima do homem unicamente para interagir e brincar em gesto de pura amizade. Quando são brutal e injustamente mortos.
E não morrem instantâneamente!! São cortados uma ou duas vezes com ganchos grossos. Nesse momento os golfinhos produzem um som estridente bem parecido ao choro de um recém-nascido.
Sofre e não há compaixão até que este dócil ser se sangre lentamente e sofra com feridas enormes até perder a consciência e morra no seu próprio sangue.
Finalmente estes heróis da ilha, agora são adultos racionais e direitos, já demonstraram a sua maturidade.








Fiquei muito chateado ao ler isto!




Confesso que chorei. Fazer algo assim com um golfinho é o fim da picada, o pior é ver que foi um país "desenvolvido". Infelizmente o nível de desenvolvimento é medido pelo dinheiro e não pela evolução do "humano".

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

"Jogos".



Curso Livre de Teatro apresenta: ''Jeux (Jogos)de Massacre'' - Adaptada para ''JOGOS''
SINOPSE: Entre 1880 e 1920, numa cidade nem moderna nem antiga, um mal desconhecido vem espalhando-se a algum tempo no lugar, a população começa a morrer ao acaso misteriosamente. Essa doença é um enigma que nem os médicos, nem os historiadores, nem os teólogos, nem os sociólogos saberiam explicar. A peça trata de forma inusitada e critica o comportamento humano e suas peculiaridades.
Essa peça foi escrita por Eugène Ionesco,um dos maiores patafísicos e dramaturgos do teatro do absurdo. Além do ridículo das situações mais banais, o teatro de Ionesco representa de maneira palpável, a solidão do homem e a insignificância de sua existência.

Elenco: Rossini Reis, Valdiney Mendes, Wesley Cabral, Rodrigo Mendes, Gabriel Nogueira, Whiverson Reis, Ricardo Lopes, Oledir, Júlia Bravo, Lívia Bravo, Laíza Dias, Raquel Símen, Carol Avelino, Catarina dos Santos, Cristiane da Silva, Juliana Souza, Érica Oliveira e Natália Lima.

Dias: 15 à 18 de Setembro, às 19 hrs.
Entrada Franca.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

A Igreja Universal não perdoa!



Dívida de Fé
O cinto apertou para o lado do pessoal que frequenta a Igreja Universal! Quem estiver devendo dízimo vai ter o nome enviado para o SPC e SERASA. Essa medida se fez necessária, segundo o bispo, porque os maus pagadores estão causando um prejuízo mensal de quase 1 bilhão de reais. Meu conselho é: ou paga logo, ou muda de religião.Para pagar pode ser com cartão, a uma taxa de juros de 72% ao mês. Bonzinho mesmo esse departamento financeiro! Coisa mesmo de irmão para irmão! Lembrete: para trocar de igreja não será tão simples, pois o departamento jurídico entrará com processo de quebra de contrato, cobrando multa e tudo mais. Gente boa!

Fonte: http://odiariorj.com/maria-ester/

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Uma paixão chamada: YAMAHA V-MAX.



A VMax é uma motocicleta da categoria Roadster fabricada pela Yamaha. Seu primeiro modelo foi apresentado em 1984, no salão de Los Angeles, Califórnia, e teve sua produção iniciada em 1985, exclusivamente para o mercado estado-unidense. Era equipado com um potente motor V4, com 1198 cc, 140 cv e v-boost para aceleração.

Em 1993 passou por alterações no sistema de freios, suspensões (garfo telescópico com bengalas de maior diâmetro), além de outras alterações menores.

Em 1996 passou por mudanças estéticas, com motor, rodas e escapamentos pintados de preto.


Em 2008, o fabricante apresentou o novo modelo desta lendária motocicleta, agora equipado com um potente V4 de 1679 cc, 200 cv e ciclística de primeira linha, incluindo freio a disco em todas as rodas com ABS integral, controle de tração, embreagem anti-travamento, quadro fundido em alumínio e suspensões multi-reguláveis


quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Stock Car com VW Brasílias.



Não é brincadeira não, a Stock Car já foi disputada entre VW Brasílias.
Hoje em dia têm carros diferentes, mas já tivemos Opalas, Omegas...
A Stock Car está bem mais próximo de ser um esporte do que a F1, pois jogo de equipes e interesse capitalista acima do esporte está poluindo algo que já fez os nosso corações a mil por hora nos anos 80 e 90.
Espero que a Stock Car continue bem esportiva, pois se não continuar, terei que montar um Brasília pra mim e bater uns pegas por aí.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

"O Curioso Caso de Benjamin Button." Que filme!




Sou um cara meio diferente, pois não curto muito futebol e odeio filme de ação por ação. Têm uns filmes que simplesmente não passam pela garganta, pois rolam umas mentiras muito sinistras e como citei antes, ação por ação. Fora que existem finais pra lá de previsíveis.





Só que o filme "O Curioso Caso de Benjamin Button", um filme que é ficção, mas faz com que a mente viaje na proposta tão interessante. Podemos tirar muitas lições subjetivas e objetivas do filme.





Não vou contar o que rola no filme, prefiro que assistam!

sábado, 23 de julho de 2011

Adeus Amy.


Descanse em paz Amy Winehouse! Muita gente vai querer questionar, mas o talento é concreto e acima de qualquer comentário hipócrita.
Nada contra quem é careta, na verdade eu sou careta no aspecto de não usar drogas ilícitas ou lícitas. Só que no aspecto de visão, não sou nada careta.
Mas os caretas absolutos vão querer falar merda, assim como falaram de Cazuza, Renato Russo e outros gênios.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Rodrigo Santoro deve interpretar roqueiro Lobão nas telas.




A coluna de Mônica Bergamo publicada nesta terça-feira (12/7) no jornal Folha de S. Paulo, confirmou que Eduardo Belmonte (Meu Mundo em Perigo) vai dirigir a cinebiografia do cantor e compositor Lobão.

O diretor teria aceitado a proposta há dois meses e tem em mente seu ator ideal para viver o músico no cinema: Rodrigo Santoro.

O filme será baseado no livro memórias Lobão – 50 anos a mil e começa a ser rodado no segundo semestre de 2012.

Ainda não teria acontecido um convite formal a Rodrigo Santoro.


Fonte: http://cinema.yahoo.net/noticia/carregar/titulo/rodrigo-santoro-deve-interpretar-roqueiro-lob-o-nas-telas/id/31965







Este filme não vou perder por nada.





Adoraria participar do filme, atuando como o Julio Barroso, grande amigo do Lobão, líder da banda Gang 90, onde o Lobo foi baterista.

domingo, 3 de julho de 2011

Adeus Bongo! (27/03/1997 - 03/07/2011)


Esta manhã nasceu mais triste e silenciosa, pois Bongo deixava o nosso mundo. Um cão Poodle que fez parte da minha família durante 14 anos.
De certa forma ele descansou, pois já estava sofrendo o peso dos seus 14 anos, algo perto de 98 anos de idade para um humano. O fato é que a casa agora fica mais triste sem ele, ficamos sem a presença canina tão especial por sua lealdade e companheirismo.
Acordei com a notícia que de certa forma estava me preparando pra receber, mas jamais estamos preparados para um perda assim.
Ajudei a cavar a "sepultura" perto da escada da entrada da minha casa. Fui forte, mas me tranquei no quarto e desabei, chorei muito!
As lembranças dele filhotinho, das manias, das bagunças, do latido alto e até das noites que ele nos tirava.
Bongo, como você foi amigo, como um cão é superior ao humano! Não entendo o motivo de chamar de cachorro alguém que temos o objetivo de ofender, pois deveria ser ao contrário, ser chamado de cachorro deveria ser um belo elogio, o Bongo deixou isto mais claro pra mim.
Não sei se vou querer conviver com outro cão, pois eles vivem menos que um humano e a perda dói demais.
Valeu por tudo querido Bongo!
Me perdoa por não ter sido um "dono" melhor!
Descanse em paz querido.

sábado, 2 de julho de 2011

Adeus Itamar!


Infelizmente hoje um dos poucos políticos decentes, nos deixou. Aos 81 anos de idade, faleceu hoje o ex-Presidente Itamar Franco.
Foi no governo Itamar que nasceu o Plano Real, com a ajuda do grande Fernando Henrique Cardoso.
Com a morte do Itamar, político decente está ainda mais raro.
Valeu Itamar!
Que Deus de saúde ao FHC.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Ernesto Guevara, o grande Che Guevara!




Ernesto "Che" Guevara (Rosário, 14 de junho de 1928 — La Higuera, 9 de outubro de 1967) foi um político, jornalista, escritor e médico argentino-cubano. Guevara foi um dos ideólogos e comandantes que lideraram a Revolução Cubana (1953-1959) que levou a um novo regime político em Cuba.Guevara participou desde então até 1965 na organização do Estado cubano desempenhando vários altos cargos da sua administração e de seu governo, principalmente na área econômica, como presidente do Banco Nacional e Ministro da Indústria, e também na área diplomática, encarregado de várias missões internacionais.

Convencidos da necessidade de estender a luta armada no Terceiro Mundo, Che Guevara impulsionou a instalação de grupos guerrilheiros em vários países da América Latina. Entre 1965 e 1967, lutou no Congo e na Bolívia. Neste último país foi capturado e executado de maneira clandestina e sumária pelo exército boliviano em colaboração com a CIA em 9 de outubro de 1967.

A figura desperta grandes paixões na opinião pública a favor e contra, convertendo-se em um símbolo de importância mundial, para muitos dos seus partidários, representa a luta contra a injustiça social ou rebeldia e espírito incorruptível, enquanto ele é visto por muitos dos seus detratores como um criminoso responsável pelo assassinato em massa, acusando-o de má gestão como ministro da Indústria.

Seu retrato fotográfico, obra de Alberto Korda, é uma das imagens mais reproduzidas do mundo, tanto no seu original como em suas variantes que reproduzem os contornos de seu rosto, para uso simbólico, artístico ou publicitário, sendo um dos ícones do movimento contracultural.

Che Guevara foi considerado pela revista norte-americana Time uma das cem personalidades mais importantes do século XX.
Muitas biografias dizem que Ernesto Rafael Guevara de la Serna nasceu no dia 14 de junho de 1928, mas segundo outras fontes, nasceu no dia 14 de maio de 1928, exatamente um mês antes.

Era o mais velho dos cinco filhos de Ernesto Guevara y Lynch (1901–1987) e de Celia de la Serna y Llosa (1906–1965), ambos pertencentes a famílias da classe alta argentina. Um bisavô paterno, Patricio Julián Lynch y Roo (1789 - 1881), grande estancieiro e armador, foi considerado, em seu tempo, como um dos homens mais ricos da América do Sul.

Seus pais alternavam a sua residência da capital de Buenos Aires com a de Caraguatay, na província de Misiones, separados por 1.800 km de hidrovia, onde as plantações de erva mate estavam em sua propriedade. É a partir daqui que se aproxima o momento do nascimento, os pais de Ernesto decidiram voltar a Buenos Aires para que foi devidamente testemunhado, utilizando linhas de navegação que operam no rio Paraná. No entanto, a entrega foi em frente e tiveram que descer no porto de Rosário, onde, no Hospital Centenário, Che Guevara nasceu.

O filho foi registrado no dia seguinte com o nome de Ernesto Guevara e depois que a mãe recebeu alta, se hospedaram por alguns dias em um apartamento, até que ambos fossem capazes de continuar a viagem para Buenos Aires.

Nos Primeiros anos de Ernesto, ele ia viajando entre as casas que seus pais tinham em Buenos Aires e Caraguatay, indo e vindo em barcos a vapor do rio Paraná, conforme as necessidades de produção de erva-mate e do clima.Ernesto foi apelidado pelos seus pais de Ernestito, para diferenciá-lo do pai, depois de Tete, pelo qual foi apelidado e indistintamente chamado pela sua família e pelos seus amigos de infância.

Em Buenos Aires, moraram nas áreas típicas da classe alta, primeiro no bairro de Palermo (Santa Fe e Guise), em seguida, na cidade de San Isidro (Calle Alem) e, finalmente, no bairro da Recoleta (Sanchez de Bustamante 2286). Vivendo em San Isidro, com dois anos de idade teve o primeiro ataque de asma, uma doença que iria sofrer por toda sua vida e que iria levar a família para ir á Córdoba. O pai sempre culparia a mãe pela asma de Ernesto, atribuindo isso à bronquite agravada pela falta de atenção para com este em uma manhã fria enquanto nadava no aristocrático Clube Náutico San Isidro!


Em Caraguatay, os pais de Ernesto contrataram uma babá para seu filho, Carmen Arias, uma galega que viveria com a família até 1937 e que foi quem lhe deu o apelido de Tete. Da erva dos pais de Ernesto e da estância em Misiones, adquiriu um gosto para mate, que foi sua paixão em toda a sua vida.


Devido à gravidade e persistência da asma afetando Ernesto, a família tentou achar um lugar com um clima mais adequado. Seguindo as recomendações dos médicos, decidiu se mudar para a província de Córdoba, um destino clássico na época para as pessoas com problemas respiratórios, devido às condições meteorológicas e as altitudes mais elevadas. Após passar um tempo na cidade de Córdoba, capital da província, a família estabeleceu-se em Alta Gracia.

Em 1944, os negócios da família de Che vão mal e Ernesto emprega-se como funcionário da Câmara de uma vila nos arredores de Córdoba para ajudar as finanças em casa, sem deixar, contudo, de estudar.


Che em 1945, com 17 anos.Em 1946, terminou o liceu. Os Guevara mudaram-se para Buenos Aires e Ernesto ingressou na universidade, estudando medicina. Continuando a situação econômica a deteriorar-se, foram obrigados a vender com prejuízo a plantação de mate que tinham desenvolvido. Na capital, Ernesto empregou-se outra vez como funcionário municipal e mais tarde numa tipografia, continuando, não obstante, o curso de medicina. Houve um período durante o qual trabalhou como voluntário num instituto de pesquisas sexuais, então mantido pelo partido comunista. Nesse mesmo ano de 1946, foi chamado ao serviço militar, que, ironicamente, o recusou por inaptidão física.

Depois da Segunda Guerra Mundial, com a vitória dos aliados, a oposição a Juan Domingo Perón ganhou novo ânimo. Os estudantes constituíram a sua camada mais aguerrida. Che participou nessas lutas.

Fez uma viagem, começada de moto e terminada a pé, pelas províncias argentinas de Tucumán, Mendoza, Salta, Jujuy e La Rioja, na qual percorreu diversos resorts Andinos.

E em 1951, seis meses antes de se formar em Medicina, decide interromper o curso - para desespero de seu pai - e iniciar, com Alberto Granado, uma grande viagem pelo continente, de Buenos Aires a Caracas, na velha motocicleta do companheiro, uma Norton 500 cc, fabricada em 1939 e apelidada de La Poderosa II. Nessa viagem, Guevara começa a ver a América Latina como uma única entidade económica e cultural. Visita minas de cobre, povoações indígenas e leprosários, interagindo com a população, especialmente os mais humildes. De volta à Argentina em 1953 acaba os estudos de Medicina e passa a dedicar-se à política.

Em 1953, Guevara atuou como repórter fotográfico cobrindo os Jogos Pan-Americanos do México, por uma agência de notícias argentina. Ainda em julho de 1953, inicia sua segunda viagem pela América Latina. Nessa oportunidade visita Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Panamá, Costa Rica, El Salvador e Guatemala.

Foi por causa da visão de tanta miséria e impotência e das lutas e sofrimentos que presenciou em suas viagens que o jovem médico Ernesto Guevara concluiu que a única maneira de acabar com todas as desigualdades sociais era promovendo mudanças na política administrativa mundial.

Em sua passagem pela Guatemala, onde chegou em dezembro de 1953, Che presencia a luta do recém-eleito presidente Jacob Arbenz Guzmán, liderando um governo de cunho popular, na tentativa de realizar reformas de base, eliminar o latifúndio, diminuir as desigualdades sociais e um dos principais objetivos, garantir a mulher no mercado de trabalho.

O governo americano se opunha a Arbenz e, através da CIA, coordenou várias ações, incluindo o apoio a grupos paramilitares, contra o governo eleito da Guatemala, por não se alinhar à sua política para a América Latina.

As experiências na Guatemala são importantes na construção de sua consciência política. Lá Che Guevara auto define-se um revolucionário e posiciona-se contra o imperialismo americano.

Nesse meio tempo, Che conhece Hilda Gadea, com quem se casa e de cuja união nasce sua primeira filha, Hildita.

Em 1954, no México através de Ñico López, um amigo das lutas na Guatemala, ele conhece Raúl Castro que logo o apresentaria a seu irmão mais velho, Fidel Castro. Esse organiza e lidera o movimento guerrilheiro 26 de Julho, ou M26, em referência ao assalto ao Quartel Moncada, onde em 26 de julho de 1953, Fidel Castro liderou uma ação militar na qual tentava tomar a principal prisão de presos políticos em Santiago. Guevara faz parte dos 72 homens que partem para Cuba em 1956 com Fidel Castro e dos quais só 12 sobreviveriam. É durante esse ataque que Che, após ser duramente espancado pelos rebeldes, larga a maleta médica por uma caixa de munição de um companheiro abatido, um momento que tempos depois ele iria definir como o marco divisor na sua transição de doutor a revolucionário.


Em seguida eles se instalam nas montanhas da Sierra Maestra de onde iniciam a luta contra o presidente cubano Fulgencio Batista, que era apoiado pelos Estados Unidos.

Os rebeldes lentamente se fortalecem, aumentando seu armamento e angariando apoio e o recrutamento de muitos camponeses, intelectuais e trabalhadores urbanos. Guevara toma a responsabilidade de médico revolucionário, mas, em pouco tempo, foi se tornando naturalmente líder e seguido pelos rebeldes.

Após a vitória dos revolucionários em 1959, Batista exila-se em São Domingos e instaura-se um novo regime em Cuba, de orientação socialista. Mas teria sido a hostilidade dos Estados Unidos que levou ao seu alinhamento com a URSS. (“Eu tinha a maior vontade de entender-me com os Estados Unidos. Até fui lá, falei, expliquei nossos objetivos. (…) Mas os bombardeios, por aviões americanos, de nossas fazendas açucareiras, das nossas cidades; as ameaças de invasão por tropas mercenárias e a ameaça de sanções econômicas constituem agressões à nossa soberania nacional, ao nosso povo”.) (Fidel Castro, a Louis Wiznitzer, enviado especial do Globo a Havana, em entrevista publicada em 24 de março de 1960).
Guevara, então braço direito de Fidel, torna-se um dos principais dirigentes do novo estado cubano: Embaixador, Presidente do Banco Nacional, Ministro da Indústria.

Che esteve oficialmente no Brasil em agosto de 1961, quando foi condecorado pelo então presidente, Jânio Quadros, com a Grã Cruz da ordem Nacional do Cruzeiro do Sul.
A outorga dessa condecoração foi o desfecho de uma articulação diplomática, iniciada pelo Núncio apostólico no Brasil, monsenhor Armando Lombardi, seguindo às instruções da Santa Sé, solicitando a ajuda do governo do Brasil para fazer cessar a perseguição movida contra a Igreja Católica em Cuba. Jânio Quadros solicitou a mediação de Che junto a Fidel. Guevara atendeu ao pedido de Jânio e concordou em ser o intermediário do apelo do Vaticano junto ao governo cubano.Meses antes alertara Fidel da existência da "operação Magusto", a invasão da Baía dos Porcos tentada por 1.297 anticastristas exilados, oriundos da ditadura de Fulgêncio Batista. A "operação Magusto" foi uma operação militar planejada pela Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA), autorizada pelo presidente John Kennedy, que ocorreu em 17 de abril de 1961 e foi derrotada três dias depois. Em 1° de maio (ou 16 de abril, segundo outras fontes) Fidel Castro declarou que Cuba se tornaria um país socialista, e buscou apoio militar de Moscovo para se defender das tentativas de invasões americanas e de ameaças representadas por planos dos militares norte-americanos, do tipo da "Operação Mongoose", autorizada em 4 de novembro de 1961 por Kennedy,ou da "Operação Northwoods" de 1962.Em 1° de dezembro de 1961 Fidel Castro declarou que a revolução cubana se tornara marxista-leninista.

Em 8 de agosto de 1961 Che discursou numa reunião da OEA em Punta del Este. Em 1964 Ernesto Che Guevara representou oficialmente Cuba nas Nações Unidas, tendo pronunciado um discurso em francês por ocasião da sua 19ª Assembléia Geral, em 11 de dezembro de 1964.Participou do Seminário Econômico de Solidariedade Afro-asiática entre 22 e 27 de fevereiro de 1965 em Alger, quando criticou publicamente, pela primeira vez, a política externa da União Soviética. Nesse mesmo ano, Guevara, deixa Cuba para propagar os ideais da revolução cubana pelo mundo com ajuda de voluntários de vários países latino americanos, contra os conselhos dos soviéticos mas com o apoio de Fidel Castro. Em 4 de outubro de 1965 Fidel Castro anunciou que Ernesto Che Guevara deixara a ilha para lutar contra o imperialismo.

Retorno à guerrilha e morteEle parte primeiramente para o Congo, na África, com um grupo de 100 cubanos "internacionalistas", tendo chegado em abril de 1965. Comandante supremo da operação, atuou com o codinome Tatu (do suaíle), e encontrou-se com Kabila. Por seu total desconhecimento da região, dos seus costumes, das suas crenças religiosas, das relações inter-tribais e da psicologia de seus habitantes, o "delírio africano" de Che resultou numa total decepção. Em seguida parte para a Bolívia onde tenta estabelecer uma base guerrilheira para lutar pela unificação dos países da América Latina e de onde pretendia invadir a Argentina. Enfrenta dificuldades com o terreno desconhecido, não recebe o apoio do partido comunista boliviano e não consegue conquistar a confiança dos poucos camponeses que moravam na região que escolheu para suas operações, quase desabitada. Nem Che nem nenhum de seus companheiros falavam a língua indígena local. É cercado e capturado em 8 de outubro de 1967 e executado no dia seguinte pelo soldado boliviano Mário Terán, a mando do Coronel Zenteno Anaya e também do vice-presidente René Barrientos, na aldeia de La Higuera. Os boatos que cercaram a execução de Che Guevara levantaram dúvidas sobre a identidade real do guerrilheiro, [carece de fontes?] que se utilizou de uma miríade de documentos falsos, de vários países, para entrar e viver na Bolívia. A confusão estabelecida em torno do caso culminou no desaparecimento do seu corpo, que só foi encontrado trinta anos depois.[carece de fontes?]

Em 1997 seus restos mortais foram encontrados por pesquisadores numa vala comum, junto a outras ossadas, na cidade de Vallegrande, a cerca de 50 km de onde ocorreu a sua execução. Sua ossada estava sem as mãos, que foram amputadas (para servir como troféu) logo após a sua morte.[17] Seus restos mortais foram transferidos para Cuba, onde em 17 de outubro deste mesmo ano são enterrados com honras de Chefe de Estado, na presença de membros da sua família e do líder cubano e antigo companheiro de revolução Fidel Castro.










Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Che_Guevara









quinta-feira, 16 de junho de 2011

Mamonas Assassinas, um movimento importante calado por um maldito acidente.


Sempre que vejo algo dos Mamonas, a emoção é inevitável. Ontem no programa Conexão Repórter no SBT, o assunto foi sobre os Mamonas Assassinas.
Não vou mentir, até hoje sou revoltado com a morte deles. Poxa, foi muito triste acordar em 03/03/1996 com a maldita notícia do acidente que calou o movimento importante chamado: Mamonas Assassinas.
Ontem o pai do Dinho levantou uma polêmica. Ele falou que o grupo acabaria, já que o Dinho iria trabalhar com o Tom Cavalcante e o resto da banda não aceitava. Sinceramente eu não acredito, pois diferente do que ocorre em outras bandas, os Mamonas Assassinas eram os 5 e não dava pra imaginar a falta de algum dos 5 meninos.
Enfim, a saudade continua!
Obrigado por tudo Dinho, Bento, Júlio, Samuel e Sérgio.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

S.O.S Bombeiros RJ.


Como o Brasil é maravilhoso! Pena que os governantes não medem esforços para piorar mais e mais.
É um absurdo presenciar profissionais como os Bombeiros, recebendo tratamento de bandido, de animal. Os valores estão mais invertidos do que nunca. É muito duro ver um menininho chorando na rua pela prisão do pai, a criança dizendo que o pai não é bandido. É o fim do mundo, ou melhor, é o fim do Brasil!
Só que enquanto os Bombeiros são tratados como bandidos, o Palocci ganha a emoção com lágrimas da nossa presidente Dilma.
É o fim do fim!
Como diria o Saudoso Renato Russo: "Que País é esse? "

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Quem é Rodolfo Mesquita?



Rodolfo Mesquita é Bacharel em Artes Cênicas (Interpretação Teatral) pela UNI-RIO(1999). Participou da Oficina de Atores da Rede Globo (1998). Iniciou nas artes dramáticas ainda em Campos dos Goytacazes, sua cidade natal. Onde integrou o elenco do Grupo de Teatro Liceísta durante o ginásio e 2º grau. Como atividade extra-curricular escolar cursou inglês no IBEU.

É pós-graduado em Docência no Ensino Fundamental e Médio na área de Artes pela Cândido Mendes.
Na área de Teatro Educação, em 2003, integrou o grupo responsável pelo Programa de Capacitação de Professores e Alunos da Rede Pública Estadual, oferecido pelo governo do Rio para escolas nas regiões Norte e Noroeste do estado.
Em 2009 foi convidado pela Prefeitura de Campos dos Goytacazes para ministrar Oficinas de Interpretação.
No período de junho a agosto de 2010 também foi convidado pelo SESC Campos, para ser professor no programa “Palco Experimental”. Onde realizou a oficina “O Ator na Contemporaneidade”, que teve como resultado a montagem do espetáculo “Humano.com”
Em sua experiência profissional em teatro atuou em alguns espetáculos como: “Lichtenberg: um corte transversal”- Direção de José Dacosta (1996); “Galileu”-Direção de André de La Cruz (1998); “Baunilha e Trioleto”-Direção de André Paes Leme (1998); “O Beijo no Asfalto”-Direção de Marcus Alvisi (1999); “Que mistérios têm Clarice”- Direção de Luiz Arthur Nunes (1999 e 2000); “O homem que viu o disco voador”- Direção de Aderbal Freire-Filho (2001 e 2002); “Um assassino chamado Hamlet”-Direção de Alan Castelo (2003); “Boeing 737-Na contramão”- Direção de Renato Carrera (2004), que lhe rendeu o prêmio de melhor ator no Festival de Esquetes do Rio de Janeiro; “Boca de Ouro”-Direção de Carlos Gregório(2004); “Uma última cena para Lorca”- Direção de André Paes Leme(2005 e 2006); “Pocilga”-Direção de Alessandra Vanucci(2006); “A Sônia é que é feliz”- Direção de Michel Blois(2007 e 2008), “Morrer ou não”- Direção de Delson Antunes(2008), “A Geração Trianon”-Direção de Luiz Antonio Pilar e Cristina Bethencourt (2009), “Os Estonianos”(2010) – Direção de Jorge Caetano, entre outros.
“Em TV fez participações em programas e novelas dentre os quais estão: “Macho Man”, “Insensato Coração”, “Você decide”; “Turma do Didi”; “Laços de Família”; “A Grande Família”; “Kubanacan”; “Malhação”; “A Diarista”; “Beleza Pura”, “Separação”,” S.O.S Emergência” (Rede Globo), “Cilada”(Multishow);” Dilemas de Irene”(GNT); “ O Poder Paralelo” ( Rede Record), “Tecendo o Saber”(Canal Futura), “Amorais” (Canal Brasil/veiculando), entre outros.
Em cinema fez sua primeira incursão no filme “Qualquer gato”. Com estreia prevista para o ano de 2011.
Em publicidade fez comerciais para o Banco do Brasil, TIM, VIVO e Castrol GTX ECO.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Pior que BBB, só ex-BBB.


Campos dos Goytacazes é uma cidade de muitos tesouros humanos como: Tonico Pereira, Nilo Peçanha, Didi e outros, mas no momento só se fala na tal Adriana ex-BBB. Pior que um BBB, só mesmo um ex-BBB, pois pior que ser um nada é ser um ex-nada.
Hoje ela desfilou em carro aberto com o namorado da mesma categoria de ex-BBB. Atrás do carro alguns imbecis desocupados seguiam, fazendo um barulho ridículo.
Pena que certos animais não entram em extinção!

sábado, 21 de maio de 2011

Nem tudo está perdido na música!


Veja a bela canção interpretada pelo jovem Chay Suede:

Aos Meus Heróis. (Julinho Marassi & Gutemberg)


Faz muito tempo que eu não escrevo nada
Acho que foi porque a TV ficou ligada
Me esqueci que devo achar uma saída, e usar palavras
pra mudar a sua vida!
Quero fazer uma canção mais delicada

Sem criticar
Sem agredir
Sem dar pancada

Mas não consigo concordar com esse sistema, e quero
abrir sua cabeça pro meu tema
Que fique claro a juventude não tem culpa
É o eletrônico infundindo a sua cuca
Eu também gosto de dançar o pancadão, mais é saudável
te dar outra opção

Os meus heróis estão calados nessa hora, pois já
fizeram e escreveram sua história
Devagarinho eu vou achando meu espaço, e não me
esqueço das riquezas do passado
Eu quero a benção de Vinícius de Morais
E o Belchior cantando como nossos pais

E se eu quiser falar com Gil sobre o flamengo
O que será que o nosso Chico tá escrevendo?
Aquelas rosas já não falam de Cartola, e do Cazuza te
pegando na escola
Tô com saudade do Jobim com seu piano, do Fabio Jr.
com seus 20 e poucos anos

Se o Renato teve seu tempo perdido, o rei Roberto
outra vez o mais querido, a agonia do Oswaldo
Montenegro ao ver que a porta já não tem mais nem
segredos

Ter tido a sorte de escutar o Taiguara, e Madalena de
Ivan Lins beleza rara
Ver a morena tropicana do Alceu
Marisa Monte me dizendo beija eu
Beija eu, beija eu
Deixa que eu seja eu

O Zé Rodrix em sua casa no campo, levou Geraldo pra
cantar num dia branco
No chão de giz do Zé Ramalho eu escrevi
Eu vi Lulu, Benjor, Tim Maia e Rita Lee

Pedi ao Beto um novo sol de primavera
Ver o Toquinho retocando a aquarela
Ouvir o Milton lá no clube da esquina, cantando ao lado
da rainha Elis regina

Quero silêncio, documento Caetano
O Djavan mostrando a cor do oceano
Vou caminhando e cantando com o Vandré
E á outra vida Gonzaguinha, o que é

Atenção DJ faça sua parte, não copie os outros seja
mais smart na rádio ou na pista mude a sequência,
mexa com as pessoas e com a consciência
Se você não faz letra inteligente, fica dominado e
limitadamente, faça refletir
DJ não se esqueça
Mexa o popozão, mas também a cabeça
A cabeça
A cabeça
A cabeça

Fico feliz em ver que a música ainda não morreu, embora esteja com o pé na cova, existem pessoas como: Lobão, Humberto Gessinger, eu, Chay e outros, que lutam para que uma arte tão importante não morra.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Quer me encontrar nas redes sociais?


Veja abaixo todos os meus endereços em redes sociais:

E-mail, MSN e Facebook: ricardolegionario_18@hotmail.com

Orkuts: gessingernaveia@gmail.com → Perfil 1.
gessingereterno@gmail.com → Perfil 2.
riclopes31@yahoo.com.br → Perfil 3.

Twitter: www.twitter.com/ric_lopes ou simplesmente: @ric_lopes

Se quiser falar por telefone: (22) 9999-1114.

Quem não deve, não teme.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Personagens da série "Arnold" atualmente.





















































































































Gary Coleman, nascido em Ilinois em 08 de fevereiro de 1968, foi protagonista da série Diff’rent Strokes (Arnold, 1978-1986).
Virou astro do dia para noite, devido a uma disfunção renal que o impossibilitou de crescer, parecendo uma criança de 8 anos até o último ano da série (1986), exibida ainda hoje pelo SBT.
Gary teve muitos problemas após o término do seriado, pois deixou de ser “gracinha”, fazendo somente aparições em algumas séries como “Eu, a patroa e as crianças“, “Um maluco no pedaço” e por último em “Drake & Josh” (exibida pela Nickelodeon). Tentou suicídio por duas vezes e mais tarde processou seus pais e empresário por roubarem seu dinheiro. Chegou a ser preso por esmurrar uma fã, que insistentemente queria seu autógrafo, tendo que pagar as despesas médicas da vítima.
Em 2001, falido, com dívidas, trabalhou como segurança em um shopping em Los Angeles, chegou a concorrer ao governo da Califórnia, mas perdeu para o também ator, Arnold Schwarzenegger. Hoje ainda continua fazendo algumas aparições, mas nada de sucesso.

Gary Coleman e Shannon Price se casaram em segredo em 28 de agosto de 2007.
Eles se conheceram durante as filmagens de um de seus filmes.
Eles se casaram em uma montanha nevada em uma pequena cerimônia em seu 22 º aniversário. "Ninguém estava por perto, mas o padre, os cinegrafista, o fotógrafo, o piloto de helicóptero e nós ", disse Coleman.
"Isso era tudo que estava lá. Não havia mais ninguém. "

Por que manter um segredo? "Eu só quero a minha própria identidade como
bem porque eu não quero ser conhecida como Gary Coleman's
esposa ", disse Price. Isso resume muito bem, nós pensamos.

Gary Coleman morreu em 28 de maio de 2010, aos 42 anos em sua casa em Provo, Utah. A saúde do ator havia piorado desde sua internação no dia 27 de maio. Coleman teria caído da escada de sua casa, localizada na cidade de Santaquin, próxima a Salt Lake City, e sofrido uma hemorragia craniana. De acordo com o site especializado em notícias de celebridades TMZ, Coleman teria caído e batido a cabeça. Segundo a página, o ator de 42 anos já teria sofrido duas convulsões no mesmo ano, uma delas durante uma entrevista de TV.
Uma curiosidade é que até hoje o corpo do ator não foi enterrado, segundo o 'Popcrunch', disputas jurídicas entre os pais do ator e sua ex-mulher impedem que o enterro se realize.



Conrad Stafford Bain, nascido em Alberta (Canadá) em 04 de fevereiro de 1923. Iniciou sua carreira aos 55 anos, ganhou notoriedade no início dos anos 70, por seus trabalhos na Tv: Dr. Arthur Harmon, em Maude, e Philip Drummond, em Arnold.
Também atuou em produções como “Tia Vânia’, “The Owl and the Pussycat Dools”, “A Casa do Lago”, “The Dining Room” e “On Borrowed Time”. Em 2007 participou da série ‘Wizards of Waverly Place’.
Casou-se em 1945 e teve três filhos. Aposentou-se e vive em Los Angeles.



Todd Anthony Bridges, nascido em São Francisco, em 27 de maio de 1965. Foi o ator mirim primeiro negro a se tornar reoccuring regular na série “The Waltors” e “Little House on the Prairie” (1974), grande sucesso da época, a partir daí começou a ser convidado para trabalhar em séries de Tv, até chegar na série Diff’rent Strokes, marcando época com um novo conceito de elenco misto. Atuou em seriados como “The Love Boat” (1977), Fatos da Vida, “Olá Larry (1979), Batalha das Estrelas Rede VI (1979), entre outras.
Após a série Arnold, passou por diversos problemas, chegando a se envolver com drogas e teve problemas com as autoridades, o que interrompeu sua carreira e vida por quase dez anos. Há nove anos sóbrio, hoje é ator, diretor e produtor, criou sua própria produtora Little Bridge Productions, em parceria com seu irmão James Jr. Tem viajado pelo país falando com crianças em escolas e igrejas de alerta aos perigos do uso de drogas, pressão negativa e proclamar Jesus Cristo.


Dana Michelle Plato, nascida em Maywood (EUA) em 7 de novembro de 1964. Sua mãe, Linda Strain teve-a com dezesseis anos, que solteira e desamparada, preocupando-se com o futuro da criança resolveu entregá-la a adoção. Dana começou a fazer comerciais com mais ou menos sete anos de idade, entre seus trabalhos estão: “Return to Boggy Creck”, “California Suite” e “O Exorcista II: O Herege”.

Engravidou em 1984, quando foi dispensada da série “Diff’rent Strokes“, e se casou com o roqueiro Lanny Lambert. Aos 14 anos sofreu uma overdose de Valium, admitindo beber e usar drogas como recreação durante seus anos na série.
Abandonada pelo marido e traumatizada com a morte da mãe, acabou assinando uma procuração para seu contador que roubou quase todo seu dinheiro. Em 1991, sem emprego, começou a trabalhar em uma lavanderia, até que decidiu assaltar uma locadora de vídeo. Presa, ficou em condicional por cinco anos, depois foi presa novamente, por 30 dias, por violar a condicional, falsificando uma receita médica de Valium, após isso entrou em um programa de reabilitação para drogados.
Plato tomou uma overdose de Vanadom e Vicodim, em seu trailer do lado de fora da casa de sua sogra, o que resultou em sua morte, aos 34 anos, em 08 de maio de 1999. Mesmo a morte sendo considerada suicídio, pela quantidade de pílulas ingeridas, muitos acreditam que ela não se matou e que seu noivo na época, Robert Menchaca, possa estar envolvido na morte, mas nada foi comprovado.



Charlotte Rae, nascida em Milwaukee, em 22 de abril de 1926 é atriz e cantora e representava Edna Garrett, a empregada da família Drummond, na série Arnold.
Se casou com o compositor John Strauss, com o qual teve dois filhos, e divorciou-se em 1976.
Atuou nos filmes: “Zohan – O Agente Bom de Corte” (2008), “Hair” (1979) e “Bananas” (1971).



Nedra Volz, nascida em Montrose (EUA), em 18 de junho de 1908. Começou sua carreira no show barraca de família. Atuou em: “All in the Family” (1976), “The Dukes of Hazzard” (1980 à 1984), “Moving Violations” (1985), sua última atuação foi em “The great White Hype” (1996).
Casou-se aos 36 anos e teve três filhos. Sofria de mal de Alzheimer e morreu em 20 de janeiro de 2003, aos 94 anos.


Mas uma curiosidade muito peculiar que percebemos no seriado é a mudança de nome, pois o nome original quando ela foi lançada nos Estados Unidos era “Different Strokes” que se formos traduzis ao pé da letra seria “Pegadas Diferentes”, mas a emissora de televisa a cabo Nickelodeon por uma questão de propaganda alterou o nome da serie para “Minha Família é uma Bagunça”, e quando a emissora de televisão SBT resolveu reviver a serie, resolveu também alterar o nome da serie para “Arnold”, que seria o nome do protagonista da serie, algo muito criticado por alguns fãs da série, mas a série tem sido um sucesso de audiência, e o SBT promete continuar levando ao AR o seriado por mais um bom tempo, é a oportunidade perfeita para as pessoas reviverem os anos de 70/80 e quem não conhecia entrar em contato com tal série.




sábado, 14 de maio de 2011

Parabéns para alguns negros. Viva a Princesa Isabel!


Em 13 de Maio foi comemorado o aniversário de 123 anos da abolição dos escravos. Sem dúvidas foi um grande momento, embora depois de muitos anos em alguns lugares a escravidão continuou e em alguns ainda existam.
Infelizmente alguns negros não fazem justiça ao fato de tal conquista e reforçam algumas piadinhas racistas feitas sobre eles.
Alguns negros são muito mais racistas do que os brancos e em outros casos se comportam de forma ridícula e tentam mudar a sua própria raça: Pintando cabelo, alisando cabelo, usando lentes nos olhos, entre outros.
Sinceramente, alguns deles adoram aparecer mais do que os brancos, neste caso não querem ser iguais, mas sim passar por cima, com um comportamento primata que me fazem até pensar: - A culpa é de Isabel!

A morte de Bin Laden. Mataram o efeito e não as causas!


Teve muita gente que comemorou o fato de Bin Laden ter morrido. Só que mataram os efeitos e as causas ficam desfilando de bons moços por aí, como o Obama e Bush. Um é mal educado e outro um tremendo canastrão, vem ao Brasil, fala 3 palavras em Português e pronto, todos o acham simpático.
Os E.U.A mataram o Bin Laden como jogada política e assim vestem uma falsa fantasia de super-herói e continuam matando muito mais do que os efeitos que estão sendo abatidos como festa popular.
Ainda vou colocar fogo numa bandeira norte-americana!

sábado, 30 de abril de 2011

NEVE NEGRA - FICHA TÉCNICA.




-Elenco: Toninho Ferreira, Paolla Souza, Alessandro Azeredo,

Marcelo Sampaio, Bernadete Bogado, Aucilene Freitas, Whiverson Reis;

-Produção, Direção, Roteiro, Fotografia, Montagem, Trilha Musical Original, Efeito Visual: Carlos Alberto Bisogno

-Designer de Produção e Co-produção: Lívia Damasceno;

-Maquiagem de Efeito: Alessandro Azeredo;

-Maquiagem Estética: Ana Beatriz Gomes;

-Cabeleireiro: Ralph;

-Costureira: Maria da Paz

-Som Direto: João Felipe Rebello;

-Assistende de Platô: Elias Mendonça;

-Assistente de Produção: Igor Bezerra;

-Produtor de Elenco (Figuração): Whiverson Reis;

-Figuração: Wesley Cabral, Ricardo Lopes, Enos Gama, Marcos Macieira;

-Making off: Elias Mendonça, Lívia Damasceno, João Felipe Rebello, Igor Bezerra, Juarez, Carlos Alberto Bisogno;

LOCAÇÃO: Casarão de propriedade de Marcelo Sampaio, Curva da Lapa.
Fonte: http://cinemabisogno.blogspot.com/

sábado, 16 de abril de 2011

A inteligência e criatividade do sertanejo humilde.

BIG BROTHER BRASIL







Autor: Antonio Barreto,

Cordelista natural de Santa

Bárbara-BA,residente em Salvador.



Curtir o Pedro Bial

E sentir tanta alegria

É sinal de que você

O mau-gosto aprecia

Dá valor ao que é banal

É preguiçoso mental

E adora baixaria.



Há muito tempo não vejo

Um programa tão ‘fuleiro’

Produzido pela Globo

Visando Ibope e dinheiro

Que além de alienar

Vai por certo atrofiar

A mente do brasileiro.



Me refiro ao brasileiro

Que está em formação

E precisa evoluir

Através da Educação

Mas se torna um refém

Iletrado, ‘zé-ninguém’

Um escravo da ilusão.



Em frente à televisão

Lá está toda a família

Longe da realidade

Onde a bobagem fervilha

Não sabendo essa gente

Desprovida e inocente

Desta enorme ‘armadilha’.





Cuidado, Pedro Bial

Chega de esculhambação

Respeite o trabalhador

Dessa sofrida Nação

Deixe de chamar de heróis

Essas girls e esses boys

Que têm cara de bundão.



O seu pai e a sua mãe,

Querido Pedro Bial,

São verdadeiros heróis

E merecem nosso aval

Pois tiveram que lutar

Pra manter e te educar

Com esforço especial.



Muitos já se sentem mal

Com seu discurso vazio.

Pessoas inteligentes

Se enchem de calafrio

Porque quando você fala

A sua palavra é bala

A ferir o nosso brio.



Um país como Brasil

Carente de educação

Precisa de gente grande

Para dar boa lição

Mas você na rede Globo

Faz esse papel de bobo

Enganando a Nação.



Respeite, Pedro Bienal

Nosso povo brasileiro

Que acorda de madrugada

E trabalha o dia inteiro

Dar muito duro, anda rouco

Paga impostos, ganha pouco:

Povo HERÓI, povo guerreiro.



Enquanto a sociedade

Neste momento atual

Se preocupa com a crise

Econômica e social

Você precisa entender

Que queremos aprender

Algo sério – não banal.



Esse programa da Globo

Vem nos mostrar sem engano

Que tudo que ali ocorre

Parece um zoológico humano

Onde impera a esperteza

A malandragem, a baixeza:

Um cenário sub-humano.



A moral e a inteligência

Não são mais valorizadas.

Os “heróis” protagonizam

Um mundo de palhaçadas

Sem critério e sem ética

Em que vaidade e estética

São muito mais que louvadas.



Não se vê força poética

Nem projeto educativo.

Um mar de vulgaridade

Já tornou-se imperativo.

O que se vê realmente

É um programa deprimente

Sem nenhum objetivo.



Talvez haja objetivo

“professor”, Pedro Bial

O que vocês tão querendo

É injetar o banal

Deseducando o Brasil

Nesse Big Brother vil

De lavagem cerebral.



Isso é um desserviço

Mau exemplo à juventude

Que precisa de esperança

Educação e atitude

Porém a mediocridade

Unida à banalidade

Faz com que ninguém estude.



É grande o constrangimento

De pessoas confinadas

Num espaço luxuoso

Curtindo todas baladas:

Corpos “belos” na piscina

A gastar adrenalina:

Nesse mar de palhaçadas.



Se a intenção da Globo

É de nos “emburrecer”

Deixando o povo demente

Refém do seu poder:

Pois saiba que a exceção

(Amantes da educação)

Vai contestar a valer.



A você, Pedro Bial

Um mercador da ilusão

Junto a poderosa Globo

Que conduz nossa Nação

Eu lhe peço esse favor:

Reflita no seu labor

E escute seu coração.



E vocês caros irmãos

Que estão nessa cegueira

Não façam mais ligações

Apoiando essa besteira.

Não deem sua grana à Globo

Isso é papel de bobo:

Fujam dessa baboseira.



E quando chegar ao fim

Desse Big Brother vil

Que em nada contribui

Para o povo varonil

Ninguém vai sentir saudade:

Quem lucra é a sociedade

Do nosso querido Brasil.



E saiba, caro leitor

Que nós somos os culpados

Porque sai do nosso bolso

Esses milhões desejados

Que são ligações diárias

Bastante desnecessárias

Pra esses desocupados.



A loja do BBB

Vendendo só porcaria

Enganando muita gente

Que logo se contagia

Com tanta futilidade

Um mar de vulgaridade

Que nunca terá valia.



Chega de vulgaridade

E apelo sexual.

Não somos só futebol,

baixaria e carnaval.

Queremos Educação

E também evolução

No mundo espiritual.



Cadê a cidadania

Dos nossos educadores

Dos alunos, dos políticos

Poetas, trabalhadores?

Seremos sempre enganados

e vamos ficar calados

diante de enganadores?



Barreto termina assim

Alertando ao Bial:

Reveja logo esse equívoco

Reaja à força do mal…

Eleve o seu coração

Tomando uma decisão

Ou então: siga, animal…



FIM

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Mentirinhas para 1º de Abril.


Algumas mentirinhas cabeludas que podem ser contadas em 1º de Abril:

→ A justiça funciona para ricos e pobres.

→ A mídia está preocupada com qualidade na música.

Luan Santana tem talento.

→ Pagode e Axé podem ser chamados de música!

Rubinho Barrichello é um vencedor.

→ Trio elétrico é legal.

→ Não sou viciado em internet.

→ Adoro música baiana.

Valeu José Alencar!


Como sempre preferi a minoria, vou falar aqui de um homem minoria no cenário político e na vida como um todo.

Estamos acostumados com escândalos envolvendo homens do meio político, mas o cara que falo nesta postagem é diferente, trata-se do José Alencar.

Um homem que começou a trabalhar aos 14 anos de idade e construiu um império, mais tarde se aliou ao Lula para Vice Presidente, diminuindo assim a desconfiança dos empresários.

Foi um honesto guerreiro nos negócios, na política e na doença.

Lutou com bravura contra o feroz câncer e sempre com o sorriso digno no rosto, foi um exemplo de homem para todos nós.

Certamente Deus está muito bem acompanhado!

Valeu guerreiro!

terça-feira, 29 de março de 2011

Por que a morte de José Alencar não foi anunciada pela Globo?


Fiquei muito triste com a morte do grande José Alencar, pois era uma homem lutador e deixou um legado raro no cenário político, a lição de dever cumprido e honra.
Pois então, eu estava em minha casa assistindo a Record News, de repente foi anunciado o falecimento do Ex-Vice Presidente, na Record também anunciou ao vivo na mesma hora.
Na Globo passava a novela repetida "O Clone", no intervalo começaram a falar de BBB e nada de falar da morte de um dos maiores exemplos políticos de todos os tempos.
Nenhum temido plantão ao vivo aconteceu!
O que me deixa puto, é que quando o Obama Veio ao Brasil, eram várias interrupções ao vivo para falar do presidente pop.
É isso aí Globo, sempre vacilando!

sábado, 26 de março de 2011

Dia 27 de Março.





O dia 27 de Março é importante por vário fatores em minha vida, veja abaixo:

→ 27/03/1960 - Nascimento de Renato Russo.
→ 27/03/1997 - Nascimento de Bongo. (Meu cachorro)
→ 27/03/1835 - Último dia de Campos Dos Goytacazes - RJ sem ser elevada à categoria de cidade.
→27/03/2005 - Dia que conheci o amor da minha vida! (Mais importante de todos)